Home > News > Método SEDONA uma técnica de libertação emocional

Método SEDONA uma técnica de libertação emocional

Método Sedona uma técnica de Libertação Emocional e foi desenvolvida por Lester Levenson depois de receber a notícia que teria apenas mais três meses de vida.  Depois disso ele foi para sua casa se recolheu e por alguns meses e fez uma profunda reflexão de toda sua vida. Neste período acabou criando o Método SEDONA uma técnica de libertação emocional.
A Prática do método SEDONA, vem a ser um processo de liberação das emoções. No entanto são nossas emoções mais profundas que nos limitam, nos bloqueiam e de uma forma geral nos impedem de alcançar as nossas realizações e encontrar a nossa felicidade genuína por exemplo.

Lester viveu mais outros 42 anos após o diagnóstico, Lester acima de tudo era um homem que amava desafios. Depois disso, ao invés de desistir, ele decidiu voltar para casa e encontrar algumas respostas. Por tanto com sua determinação e concentração, ele foi capaz de atravessar sua mente consciente para encontrar o que era necessário. O que ele encontrou foi a melhor ferramenta para o crescimento pessoal – uma maneira de soltar todas as limitações internas. Ele ficou tão empolgado com sua descoberta que a usou intensamente por um período de três meses. No final desse período, seu corpo tornou-se totalmente saudável novamente.

Método Sedona

Lester Levenson entrou em um estado de profunda paz que nunca mais o deixou até o dia em que ele morreu 42 anos depois.

O método Sedona para liberar emoções dolorosas, é semelhante aos métodos espirituais seculares que identificam corretamente emoções e não pensamentos como a causa central do sofrimento.

É a experiência do fundador do método, Lester Levenson, entende que todas ou quase todas as principais emoções de sofrimento (ASMLRO – Apatia, Sofrimento, Medo, Luxúria, Raiva, Orgulho) têm por trás um “desejo”.
Dos desejos de:

  • Aprovação.
  • Controle.
  • Unidade e separação.
  • Segurança.

Método Sedona consiste em uma prática para libertar-nos de sentimentos, pensamentos e principalmente de emoções negativas. Somos feitos de matéria física – o nosso corpo, mas os nossos pensamentos influenciam como levamos a nossa vida no dia a dia. E a vida pode ser bem melhor do que é. Segundo o método SEDONA, podemos nos liberta de forma simples desses sentimentos negativos e definitivamente libertar-nos da dor…

Quem foi o Dr. David Hawkins?

“O que está na base do método SEDONA que é uma técnica de libertação emocional é o fato de que nós não somos as nossas emoções.

Com este método eliminamos as emoções que nos incomodam, sejam elas positivas ou negativas. As emoções apenas nos afastam do nosso equilíbrio interior, levando-nos para polos negativos ou positivos, muitas vezes nos levando a euforia ou a depressão.

As nossas emoções apenas passam por nós, todas as emoções são passageiras, nós é que nos agarramos a elas, no entanto, nos apegamos demais a essas emoções, e ao que sente, nos criando a ideia que é aquilo que sentimos é permanente.

O método SEDONA ajuda a criar uma distância entre aquele que observa as emoções e as emoções.  Além disso o método acaba nos permitindo tomar a decisão de deixar ir qualquer desconforto emocional, desde a emoção mais fraquinha a emoções fortes e duradouras. Literalmente soltando essas emoções, em um processo de libertação emocional constante em nossas vidas.

Veja aqui uma das formas de se usar o método SEDONA uma técnica de libertação emocional.

Pense numa situação que te incomode, e deixe que aquilo que você está sentindo sobre essa situação se faça presente. Basta aceitar, por um momento o que você está sentindo. Não é preciso rotular, analisar, explicar, etc, basta sentir e observar.

Ao sentir, você vai aceitar automaticamente esse incomodo, por exemplo uma lembrança, uma dificuldade. Desta forma você vai permitir a essa emoção ter o seu espaço, a sua manifestação.
E agora é o momento, de você fazer estas perguntas a si mesmo:

  1. Eu poderia me libertar disso?

E você responde “Sim” ou “Não”. Ambas as respostas são válidas. Mas não fique presa a nenhuma, responda e siga para a pergunta seguinte.

  1. Eu Soltaria? Se eu pudesse?

E você responde “Sim” ou “Não”. Ambas as respostas são válidas.

  1. Quando?

E permita-se responder “Agora”. Nem que as respostas anteriores tenham sido “Não”, uma vez que também é agora que não consegues libertar.

Quando acabar de fazer as perguntas, respire fundo e observe como você se sente. Então repita este processo até você se sentir completamente bem.

Pode demorar 1 minuto, meia hora, 1 hora. Você pode limpar todas as emoções de uma situação de uma só vez, ou você pode precisar retornar à mesma situação algumas vezes.

Mas lembre-se: foram anos que você levou para acumular emoções, a reprimir e a expressar emoções, sem saber como as libertar! Você está agora aprendendo, seja gentil e carinhoso consigo mesmo e tenha paciência e solte todas essas emoções e sentimentos que não te agradam!

Isto é possível! Dê tempo ao tempo e se permita abrir à possibilidade que é possível alcançar a libertação emocional facilmente!

Deixar ir o caminho do desapego (Português) é um dos poucos e mais importantes livros editados na língua portuguesa sobre o método Sedona

Durante muitas décadas das práticas clínicas psiquiátricas do autor, o objetivo principal era encontrar a maneira mais efetiva para aliviar o sofrimento humano em todas as suas diversas formas – objetivo agora adotado pela Pandora Treinamentos, através do lançamento deste livro traduzido para o Português. Ao final deste livro, você poderá afirmar que a pessoa que iniciou esta leitura não é mais a mesma que encerra. Você está agora diante do caminho pela liberdade que tanto anseia, livre das crenças limitantes que antes te colocavam distantes deste universo de rendição – e principalmente: pronto para compartilhar e desdobrar tais ensinamentos às pessoas ao seu redor, em seu trabalhos, com seus amigos e família.

 

Quer saber como liberar seus medos, seguir seu coração e perseguir seus sonhos?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.